RFI entrevista Diretor do CEIRI sobre rejeição de contas de Dilma pelo TCU

9 outubro 2015

Comments

0
 outubro 9, 2015
 0
Category CEIRI na Mídia

Para o cientista político Marcelo Suano, do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais, em São Paulo, a decisão do TCU poderia levar a um processo de impeachment, mas há uma questão nebulosa – se uma condenação relacionada ao mandato anterior de Dilma poderia afetar o atual mandato. “O mais concreto é que presidente sai mais enfraquecida, demonstrando uma incapacidade de governar ou de conduzir o seu processo de governança. A sugestão de rejeição para o Congresso pode significar um processo de impeachment. Não há conclusão objetiva de que isso ocorrerá.”

Segundo ele, há dados técnicos que indicam a responsabilidade da presidente, mas outros que ainda precisam ser resolvidos. “Entre eles está saber se o mandato anterior afeta o mandato atual. Até o próprio presidente da Câmara, Eduardo Cunha, afirma que provavelmente não. Mas o que se pode dizer é que houve uma manobra política para que ela se tornasse presidente novamente. E aí poderia ocorrer um outro tipo de embate político, o que não indicaria imediatamente que ela pudesse receber o impeachment. Ou a Dilma vai ter que lotear cada vez mais o governo ou acabará sendo obrigada a renunciar. Mas a renúncia por parte dela não é esperada”, diz Suano.

O governo adotou a estratégia de argumentar que os atrasos no repasse de recursos são regulares e que a prática não é nova, tendo sido adotada desde 2001, ano em que o país era governado por Fernando Henrique Cardoso. Para o cientista político, esse argumento é falho. Apesar de toda a polêmica, a análise das contas pelo Congresso só deve ocorrer no ano que vem.

Veja reportagem completa em: http://www.brasil.rfi.fr/geral/20151009-especialista-diz-que-rejeicao-de-contas-enfraquece-ainda-mais-dilma-rousseff

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This template supports the sidebar's widgets. Add one or use Full Width layout.